terça-feira, 30 de novembro de 2010

        Todo este tempo que fiquei sob a
anestesia do amor,
 me senti eufórica e tremendamente
 poderosa...
essa foi a melhor palavra que escrevi,
 pois desta maneira acreditava estar.
Amei como uma louca, fugi pela janela,
 gritei para o mundo
 e sorri para a felicidade.

domingo, 28 de novembro de 2010

Recomeçar

Girassol
"Dar uma nova chance a si mesmo...é renovar as esperanças na vida e o mais importante...acreditar em você de novo."
(Carlos Drummond de Andrade)

Por onde recomeçar?
Depois de algum tempo sem rumo, nada como dar uma renovada na fachada da casa, do nosso interior!
Acreditar que podemos recomeçar dar um novo sentido na nossa vida, confiar que somos fortes o suficiente para querer e buscar alternativas e motivações, já é o pontapé inicial.
Talvez demore um pouco, mas a esperança faz com que nos empurre rumo ao desconhecido, com a certeza que será uma nova chance para um recomeço.


segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Descoberta

Hoje descobri algo muito importante para a minha vida , que tenho que deixar o passado para trás, já falei isso antes, certo?
Mas hoje tive certeza absoluta que o que está lá trás deve ficar por aqueles lados e que devo fazer  uma segunda parte da história. O antes e o depois.
O antes foi maravilhoso, fez com que eu aprendesse com os erros e tropeço, fez com que eu amadurecesse de uma maneira rápida e eficaz.
Onde eu errei , não sei!
Não foi aquele momento não era para ser. Deus na sua infinita sabedoria soube me levar por caminhos desconhecidos, mas  apresentou-me  outros caminhos que soube aproveitar.Pois bem aqui estou aproveitando esse caminho que Ele me deu, poder escrever o que passei, o que senti e o que estou aprendendo com muitas coisas novas e com mais garra.
Hoje vi que somos pequenos em relação aquilo que Ele quer para nós.
Podemos ter tudo a nossa volta, sem muito esforço, podemos ser feliz no momento que queremos, podemos ser infinitamente guerreiros.
Hoje mais que nunca estou saltitando de felicidade, transbordando alegria e querendo passar para todos que deixem o passado e vivam o presente e o futuro só Deus sabe.
Quero mostrar que tudo que queremos podemos dar um destino, nosso pensamento é nós que fazemos.
Hoje estou feliz, muito feliz, pois descobri que posso muito, que aquilo que quero para mim também posso querer para as pessoas que estão ao meu redor.
Que posso dar meu amor, ser gentil sem nada exigir e que mais do que isso, posso porque eu quero.
O depois vou escrever!!!!

domingo, 21 de novembro de 2010

Podemos sempre

Podemos deixar alguém triste, mas podemos abraçá-lo e deixá-lo feliz.
Podemos dizer que queremos muito a uma pessoa, mas também podemos nos distanciar, pois temos que fazer escolhas.
Podemos viver tanto o hoje e amanhã não mais nos pertencer.
Podemos viver felizes , mas também viver  infelizes sempre.Algo pode acontecer, somos razão e emoção explodindo a toda hora .Felicidade são momentos, horas e minutos e até segundos.
Podemos julgar a nossa posição diante dos outros, mas não tentar julgar o próximo, não temos direito, pois não conhecemos os dois lados da situação.É muito fácil julgar enquanto temos maiores problemas.
Podemos tirar grandes lições a partir do outro, mas com humildade e honestidade.
Podemos perdoar, mas quem somos nós para perdoar, também erramos.
Podemos acertar nossas diferenças e aceitar o outro como tal e qual.Isso sim é um desafio.
Podemos ouvir e falar, mas somente quando necessário, certas opiniões devemos deixar guardadas, um dia virá contra nós.
Podemos tanto e pouco fazemos.
Podemos ser sempre gentis, com todas as pessoas embora é difícil, mas tentar é possível.
Podemos ser a diferença!

sábado, 20 de novembro de 2010

Amor por toda vida...Este é o começo!!!!

Imagino que o amor seja para toda vida, desde o dia que nascemos até o dia que morremos. Pois, acreditamos nascer do amor, seja  como foi concebido, por paixão, casualidade, amor , por algum motivo estava ali...
Passamos a viver do amor de mãe, de pai e de irmãos, com todos as complexidades  e diferenças dentro de uma família, mas que existe amor.
Também começamos a conviver com os colegas de escola, com os amigos de infância que de certa forma é um amor diferente e irreverente.
Aí vamos ter nosso primeiro amor, o que a gente pensa que é, mas não é....
Acreditamos que vai ser para sempre até a primeira decepção, até o primeiro sofrimento, o ciúme, a possessividade e o amor deixa de existir.
Crescemos mais um pouquinho e descobrimos um amor mais maduro, fiel e sincero.
Deste momento em diante o amor se fez e cresceu!
O amor tornou-se sólido em nossas vidas.
Esse amor esteve presente em todos os momentos de nossa vida independente que tipo de amor, familiar, amizade, coleguismo , paixão.
Enfim amor é amor...descreva-o se consegue!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Qual sua história de amor?

Comente em breves palavras sua história de amor.
Diga o que foi mais importante, se ainda vive esse amor ,
se já é passado ou se busca viver um grande amor.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Presente

Tentei me fazer presente neste "mundinho" em que um dia foi meu "viver". Para dizer a verdade não consegui me fazer perceber e aparecer. Senti que ainda não era minha hora de ser vista e lembrada.
Será que estou sendo presunçosa demais?
Nossos caminhos não se cruzaram e tão pouco notados.
Poderia ter buscado alternativas, mas entreguei para o destino essa façanha para que o planeta conspirasse a favor.
Depois disso percebi que ainda não é o dia e hora para tal. De todas maneiras não tentei desviar o caminho somente segui minha intuição.
Cheguei a conclusão que neste mundo tudo é muito perfeito, pois nada é atropelado pelo caos da loucura, tudo funciona em sintonia para que cada coisa se manifeste em  uma ordem  única e especial.
Minha busca constante é estar em sintonia com este presente perfeito e que tudo aconteça como Deus quer! 

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Te vi...

Quando te vi, pensei que meu coração iria acelerar, ir contra o tempo, mas não, ele seguiu seu curso normal.Passei a analisá-lo e ver que as marcas do tempo estavam ali e que seu olhar continuava o mesmo brilho daquela dia em que percebi seu olhar.
Um olhar curioso, intenso e até divertido.
O sorriso levemente torto e inconfundível, me trouxe doces recordações dos olhares escondidos da multidão.
É claro que o tempo deixa marcas, mas os deixa as marcas do amadurecimento e sofrimento dos quais tenho certeza que também passastes por elas..
Não tivemos tempo de saber que sofrimentos foram estes, embora vidas de caminhos diferentes, as metas, objetivos e obstáculos eram os mesmos.
Desta certeza que tive em seu rosto, que buscastes o melhor para você e eu também.
Esse momento em que  o coração não acelerou, não quer dizer que não tenha balançado minhas bases.Mas posso  imaginar que tudo poderia ter sido diferente, fez parte da minha vida e da sua...

Volta ao passado

Por mais que eu diga,que devemos esquecer tudo que está lá no passado...Ele atormenta nossos pensamentos, nos rodeia e se faz presente.
Pois é tentamos de todas as maneiras fazer um intento de ajudar , de trocar ideias de que o que aconteceu já foi e não volta mais, mas lá no fundo  queremos sim que isso aconteça e que tenhamos uma última oportunidade para dizer tantas coisa que ficaram e que não tivemos respostas.
Queremos uma chance para dizer  tudo aquilo que não falamos e agora é o momento.
Só precisamos da hora certa!
Agora depois de tanto tempo, podemos esclarecer com mais frieza tudo porque não aconteceu.Podemos ver mais claramente aquilo que não conseguíamos ver com a paixão tomando conta, com o ciúmes nos atormentando, com a insegurança da juventude.
Se tiveres essa chance, aproveite!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Uma explicação...

Tem coisas na vida que na vida que é difícil tentar encontrar uma explicação,como por exemplo, porque tudo se foi sem ter percebido que já não estava mais ao meu lado.
Deixar a quem se ama, sem uma explicação lógica, acabou por acabar, sem fundamento!
Que amor é esse que acaba sem ao menos uma desculpa razoável, cada um parte sem dizer adeus, ou éramos muito jovens para assumir o papel de adultos responsáveis?
Não tínhamos consciência daquilo que falamos ou acreditávamos?
Por que a vida nos prega peças que não conseguimos encaixar nesta parte da história. Gostaria de poder explicar tudo que passa bem lá no fundo do meu coração e transmitir em palavras, nestas que escrevo, mas é tão complexo o que vem do coração.
A dor que fica, sempre pensar no que poderia ter acontecido se tivéssemos tido atitude de resolver as questões pendentes, aquelas que ficaram até hoje na dúvida.
Daquilo que se acredita que vai acontecer ou a ingenuidade nos faz perceber o que não queremos ver o que está diante de nosso nariz e que estão explicítos e continuamos a fazer de conta que não é com nós.
Que explicação que tens para mim?

Como sentir o amor!

Podemos amar de diversas maneiras, amar nossos amigos, colegas, família, filhos e um amor indescritível por Deus.
Mas aquele amor, o primeiro de nossas vidas, não necessariamente o primeiro namorado, estou falando daquele que sentimos uma vez na vida. Pois até pode ter um segundo amor, mas não da forma como falo deste primeiro amor.
É aquele que deixa marcas profundas para sempre, fecham até as cicatrizes, mas de vez em quando dói. Aquele amor que jamais sai do nosso intimo , ele vai e volta. Até passa em alguns momentos de sua vida, mas de vez em quando volta para atormentar e dizer que continua ali.
Claro que teremos outros amores, outras paixões, mas este amor do qual estou colocando  faz com que  nosso coração acelere, a palma da mão fica suada e o mundo a sua volta desaparece, é uma única vez na vida, pode ter certeza!
É a sua alma gêmea, mas  o destino nos separa ou até mesmo fazemos com que isso aconteça, nos permitimos desviar o caminho.
Se nada é por acaso, porque nos separamos, porque não estamos juntos?
Nossa vida agora é diferente, cada um tomou um rumo e não foi juntos como pensávamos que um dia iria ser.
Esse amor é único, mas nos separamos e daí?
Poderia ter uma explicação? Quem sabe, só o tempo dirá!
Todos os amores vem e vão, mas este é diferente.
Que todos nós possamos dizer que amamos uma única vez, mas que possamos ter tido diversos tipos de amores.
Amar é amar...

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Saudades...

Sentir saudades...falta...tempo...
Falta do que foi e jamais vai nos trazer de volta o que passou.
Querer voltar ao tempo, quem não quer?Um tempo que jamais voltará e nada vai nos fazer esquecer.
Saudade daquilo que nos proporcionou momentos de alegria e tristezas também.
Saudades da juventude, daquilo que poderia ser  só naquele momento, nem menos e nem mais.
Saudades das fugas, das corridas loucas, dos bilhetes apaixonados que ficaram para sempre escondidos.
Saudades das palavras apaixonadas, dos beijos loucos, das noites que não dormimos.
Destas noites que falamos, falamos...e ainda faltava muitas outras noites para continuar.
Saudades dos abraços apertados, do toque da pele que poderia incendiar um ambiente. Sim, saudades destes momentos que poderiam ser eternos, mas o tempo seguia seu rumo.
Saudades do olhar que falava tudo..
Dos passeios escondidos..
De pular a janela...
Do chocolate...
Do teu beijo... 
Do teu abraço...
Do teu olhar apaixonado...
Das tantas vezes que dissestes que me amavas...
Das vezes que vieste a minha procura...
Das madrugadas que nos permitia estarmos juntos...
De todas as vezes que me amou como fosse a última vez...
Das vezes que me chamastes pelo nosso código...e assinava as cartas com este mesmo código.
Saudades daquele tempo! 



De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...