quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Tanto amor




Imagem via Google

E se eu te amar e você nem sequer tiver noção da existência desse amor? 
Como faço para que saibas?
Qual a melhor estratégia de chegar aos seus ouvidos?
Guardo tanto amor que as vezes dói e o suspiro é profundo...
Tanto tempo levando e carregando para todos os lados...com uma esperança de que algum dia possamos nos encontrar e poder dizer tudo que sinto.
Covarde, sou eu!
Pois não consigo colocar para fora e também não posso dizer o que vem do coração.
Tarde demais...tanto tempo já passou e agora o que sobra?
Talvez eu nunca poderei contar o que é tudo isso....o que é tanto amor...o que é o tempo!
O que resta é levar comigo tanto amor guardado dentro de mim.

(Bel Rech)

sexta-feira, 20 de março de 2015

Meia Veia-RS



Imagem do Google

Estou divulgando o Projeto Meia Veia-RS...entrego meias novas para os Asilos aqui do Rio Grande do Sul.
Você quer fazer parte desse projeto? Me dê uma meia nova, (não custa mais que R$ 5,00).
Entre em contato por aqui, pelo meu e-mail belrech@hotmail.com
e vou buscar, até pode ser enviado pelo correio.
Faça uma doação, dê um carinho para um Idoso, eles precisam esquentar o coração, mais que os pés.
AJUDE!
Você fará a diferença...compartilhem e convide mais um amigo para doar mais um par.

Os Asilos vão agradecer.
Acesse: Meia Veia-RS

quinta-feira, 19 de março de 2015

Zé Ramalho - Entre a Serpente e a Estrela

quarta-feira, 18 de março de 2015

Não dá para esquecer...


Então, quando não podemos mais negar o amor que sentimos por alguém do passado, o que fazer?A gente leva no peito toda a loucura seguida por sentimentos desordenados, loucos e imaturo.
Percebemos que vivemos a grande história de amor de nossas vidas, mas o tempo segue o rumo e os caminhos escolhemos...
Foi uma opção, mas se não teve alternativa?Se não teve um plano B? Se apenas queríamos viver o amor de nossas vidas?
Aí chega um tempo e olhamos para trás e percebemos que fomos tão felizes e que jamais vai acontecer a mesma coisa. E não vai acontecer, o que passou, passou e aí? O que resta?
Resta levar no peito aquilo que foi bem vivido, bem apaixonado, bem louco...e que todas as besteiras que a gente viveu...foi muito bom e que amor de verdade a gente não esquece...
Pode passar 15, 20, 30 anos que ainda vamos lembrar daquele primeiro encontro, daquele primeiro beijo sem jeito e que na nossa cabeça, vai surgir mil perguntas sem nenhuma resposta em como vai ser o beijo e qual a sensação.
E a emoção toma conta, os lábios se tornam exigentes e a respiração ofegante e deixamos de pensar, simplesmente nos deixamos levar pela melhor sensação de beijar sem pensar...
Mas aí voltamos a realidade..vivemos!

(Bel Rech)

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Para sempre?





Via tumblr


Quando tocou na minha mão, senti um arrepio percorrer meu corpo e tive a certeza que seria a minha única razão de estar ao seu lado para sempre...
Mas, o que é para sempre?

(Bel Rech)