terça-feira, 19 de abril de 2016

Palavras




Via tumblr


As palavras não expressam o amor que eu sinto por você!
Elas não traduzem o sentimento, a emoção...o que vai no coração...
Poderia explicar de forma simplificada, mas a compreensão vai além do que sinto...
Poderia ditar de maneira lenta e escrever de forma terna, mesmo assim não tem sentido para aquele que não sente...
Poderia esvaziar meu coração e ainda sim não teria me expressado tão bem, como eu sinto.
Lá dentro, bem no fundo a dor é profunda e solitária, pois esse amor é impossível de descrever , de ler e reler...e levo anos para poder esquecer um amor que não se mede e não se explica!
Enfim...não posso expor ...posso tentar amenizar a dor da saudade!

(Bel Rech)

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Arrisque





Via Tumblr


Arrisque...o amor tudo pode!
Liberte-se...viva o amor...
Tem medo?
Se não arriscar, nunca saberá...
Tente e leve junto dentro si a felicidade se ser recíproco ou a dor de que alimentou a vida toda um amor sem nenhuma probabilidade de que foi um dia o AMOR! 
(Bel Rech)

domingo, 17 de abril de 2016





Via tumblr



No seu abraço me perco em sonhos que poderiam se realizar, mas me deixo ali somente ouvindo o seu coração...pois tenho certeza que é um momento único e levarei comigo....Amanhã pode acabar!
(Bel Rech)

sábado, 16 de abril de 2016

É seu...




Via tumblr


Meu coração continua sendo seu...mesmo você não sabendo de tanto amor que tenho em meu peito...Se dói? Sim....e muito, mas os caminhos não foram tão bons conosco ou não soubemos levar este amor...Tão jovens, tão sem razão, apenas emoção....Tudo dividiu,separou e nos deixou....

Levo comigo o meu amor e minha dor...sempre andarão juntos!
(Bel Rech)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Tanto amor




Imagem via Google

E se eu te amar e você nem sequer tiver noção da existência desse amor? 
Como faço para que saibas?
Qual a melhor estratégia de chegar aos seus ouvidos?
Guardo tanto amor que as vezes dói e o suspiro é profundo...
Tanto tempo levando e carregando para todos os lados...com uma esperança de que algum dia possamos nos encontrar e poder dizer tudo que sinto.
Covarde, sou eu!
Pois não consigo colocar para fora e também não posso dizer o que vem do coração.
Tarde demais...tanto tempo já passou e agora o que sobra?
Talvez eu nunca poderei contar o que é tudo isso....o que é tanto amor...o que é o tempo!
O que resta é levar comigo tanto amor guardado dentro de mim.

(Bel Rech)