terça-feira, 9 de novembro de 2010

Como sentir o amor!

Podemos amar de diversas maneiras, amar nossos amigos, colegas, família, filhos e um amor indescritível por Deus.
Mas aquele amor, o primeiro de nossas vidas, não necessariamente o primeiro namorado, estou falando daquele que sentimos uma vez na vida. Pois até pode ter um segundo amor, mas não da forma como falo deste primeiro amor.
É aquele que deixa marcas profundas para sempre, fecham até as cicatrizes, mas de vez em quando dói. Aquele amor que jamais sai do nosso intimo , ele vai e volta. Até passa em alguns momentos de sua vida, mas de vez em quando volta para atormentar e dizer que continua ali.
Claro que teremos outros amores, outras paixões, mas este amor do qual estou colocando  faz com que  nosso coração acelere, a palma da mão fica suada e o mundo a sua volta desaparece, é uma única vez na vida, pode ter certeza!
É a sua alma gêmea, mas  o destino nos separa ou até mesmo fazemos com que isso aconteça, nos permitimos desviar o caminho.
Se nada é por acaso, porque nos separamos, porque não estamos juntos?
Nossa vida agora é diferente, cada um tomou um rumo e não foi juntos como pensávamos que um dia iria ser.
Esse amor é único, mas nos separamos e daí?
Poderia ter uma explicação? Quem sabe, só o tempo dirá!
Todos os amores vem e vão, mas este é diferente.
Que todos nós possamos dizer que amamos uma única vez, mas que possamos ter tido diversos tipos de amores.
Amar é amar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...