Te vi...

Quando te vi, pensei que meu coração iria acelerar, ir contra o tempo, mas não, ele seguiu seu curso normal.Passei a analisá-lo e ver que as marcas do tempo estavam ali e que seu olhar continuava o mesmo brilho daquela dia em que percebi seu olhar.
Um olhar curioso, intenso e até divertido.
O sorriso levemente torto e inconfundível, me trouxe doces recordações dos olhares escondidos da multidão.
É claro que o tempo deixa marcas, mas os deixa as marcas do amadurecimento e sofrimento dos quais tenho certeza que também passastes por elas..
Não tivemos tempo de saber que sofrimentos foram estes, embora vidas de caminhos diferentes, as metas, objetivos e obstáculos eram os mesmos.
Desta certeza que tive em seu rosto, que buscastes o melhor para você e eu também.
Esse momento em que  o coração não acelerou, não quer dizer que não tenha balançado minhas bases.Mas posso  imaginar que tudo poderia ter sido diferente, fez parte da minha vida e da sua...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada