sexta-feira, 15 de abril de 2011

Blogagem coletiva-Infância

Mais uma vez a proposta da blogagem coletiva das meninas :

Infância

Vou fazer uma breve comparação sobre a minha infância e dos meus filhos(bem distante, diria).Sobre essa infância que tínhamos liberdade, de correr pelas ruas sem vigilância, em subir em árvores e comer pessêgo verde e quente, sabendo que os pais diziam que ia dar dor de barriga.O que na realidade eles queriam é que o fruto amadurecesse, mas para nós já estava ótimo.
Os ossinhos que sobrava do almoço , a gente deixava secar para fazer fazendinhas completas, ideia de nossos primos da campanha...
Carrinho de lomba, banho de açude que ficavámos a tarde toda e não queimava nossa pele, mas ficava o bigode da água salobra ou saia da água com alguma sanguessuga no pé , nas costas, mas sempre levávamos um sabão em barra, pura soda para retirar ou sal.Depois disso já tomávamos banho ali mesmo com esse mesmo sabão.Os cabelos ficavam lindos, espiga de milho tinham inveja.
Nas férias do colégio ficávamos na nossa tia, no campo.Isso era bom, pois corríamos pelos campos sem destino,coragem e esperteza era com nós.Muitas vezes estávamos em dez primos, seguíamos os açudes, atirávamos pedras nos ninhos das vespas e abelhas, comíamos uma frutinha que se chamava "tala", que eram bem pequininhas,brincar de esconde esconde no milharal,buscar água na cacimba, andar de carroça e de noite a luz de velas , contávamos causos que davam medo e todos nós dormíamos um do lado do outro, de manhã leite quentinho e o dia começava...
Tem infância melhor?

E hoje sem liberdade, pois os sequestradores, drogas, pedófilos estão cuidando todos os movimentos de nossos filhos.Então liberdade vigiada, sem largarem o celular e avisar onde estão, sempre!
Frutas em árvores? Mc Donald's é o melhor...
Play 1,2,3, jogos online com armas, computador de última geração...
Piscina em casa ou no clube?! O sol queima...
Cacimba ,milharal, carroça , o que é isso?
Lucas e Lívia divertindo-se...

Nós mostramos os dois lados da moeda, para eles saberem que podemos ser felizes com poucas coisas.Sempre voltamos ao campo e a nossa infância e mostramos o que era bom de fazer.Se eles gostam? Adoram, já estão ansiosos para o feriado de Páscoa, para poderem voltar e fazer tudo isso... 

34 comentários:

  1. Oi bel...qu legal...hoje m dia as crianças soltam pipa no ventilador, jogam bola de gude carpete
    Brincar de pique nem pensar...rrs...rolimã...nem imaginam o que seja...
    A liberdade era maior, as vivências tinham sabor de natureza
    Hoje a net tomou conta não tem jeito...rs
    Continue incutindo m seus filhos esses valores...isso é como herança...passa de pai para filho...rs
    Bela participação amiga...
    Um abraço na alma
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Não tive uma infancia tão boa como a sua, mas também faço o maior esforço para que meus filhos não vivam só a vida moderna, adoro quando o meu filho larga o controle do video-game, para pegar na enchada. Bjs Eliane

    ResponderExcluir
  3. Foste simplesmente MARAVILHOSA !!!esse parâmetro é inevitável fazer...A nossa e a deles... neno conseguiu aprender a andar de bicicleta sem rodinhas com 8 anos. Sempre preso em apto.

    Seu pai, aos 4... Assim,tudo!!! pena!

    Tentar fazer o melhor, na simplicidade!beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Minha querida Bel

    "Então ficaram todas as crianças a sua INFÂNCIA a passar seus anéis azuis de orvalho".

    É, como a questão da violência na infância tem aparecido... pena!!!
    Teve algo que me chamou a atenção: o açude...
    sabe, na roça onde ia passar as férias, tinha um... também corria pelos campos... junto a às outras criançss... mais velhas até... com os manos... foi um tempo agradabilissimo!!!
    Até hoje me identifico com a vida no campo... Deve ter sido a experiência vivida na infância... me fez muito bem!!!
    Foi criativa ao mostrar os dois lados da moeda... contextualizou o seu post... parabéns!!!

    Hoje, o meu desejo de paz e alegria é para vcs que:

    "...estendem o seu conceito
    de vida,
    e a veem na gota de orvalho".
    (Lice)

    Obrigada pela sua linda participação...

    Orvalho do Céu é uma “Chuva de Néctar da Verdade”... ou Palavras de Deus...

    É isso que lhe desejo nesse tempo que estamos entrando...
    Uma Abençoada Semana Santa e uma Páscoa extremamente feliz!!!
    Bjs de paz e achocolatados

    ResponderExcluir
  5. Bel,
    É preciso sim dar oportunidades às crianças de vivenciarem as coisas simples e bonitas da vida. Garanto que não vão esquecer desses momentos. A prova disso foi você ter vivido e poder recordar, partilhando conosco um pouco dessas boas lembranças.
    Grata pela adesão à coletiva e tenha um ótimo feriado com diversão em família!

    ResponderExcluir
  6. Muito verdadeiro o texto!!!Meus filhos aproveitaram muito da vida livre na infância,por não morarmos na cidade!!!!GOSTARIA DE DIVULGAR AQUI A PROMOÇÃO DE ANIVERSÁRIO DO MEU BLOG,QUE FAZ DOIS ANOS HOJE.AOS AMIGOS QUE VISITAREM DE HOJE AO DIA 30/04 ESTAREI SORTEANDO UM LIVRO A ESCOLHA DO GANHADOR,DENTRO DA TEMÁTICA DO SEU BLOG.Bjs e obrigada

    ResponderExcluir
  7. Bel.
    que infancia mais sapeca que você teve, rsrs
    e agora pode mostrar isso para a criançada
    seus filhos são lindos.
    linda participação Bel
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Apesar de não ter tido esses dias maravilhosos na roça (e como eu gostaria disso...) minha infância foi num bairro tranquilo onde ainda existiam casas com quintais e árvores frutíferas.

    Que bom que seus filhos também podem usufruir dessas maravilhas !

    BEijo

    ResponderExcluir
  9. Engraçado não é? Como as crianças e adolescentes de hoje precisam de tanta coisa pra ser feliz! Tudo a um toque, não sabem aproveitar as coisas simples que fizeram parte da nossa infancia...uma pena!

    Lindos seus filhos, parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Oi Bel,

    Entendo o seu desabafo. Eu fui na mesma linha no meu post.
    Assim como você quer uma infância saudável e feliz para seus filhos, eu quero pro meus netos e minha sobrinha.
    Quando estou com eles, pulo brinco, mostro pra eles, que o bom da vida é isso.
    Mas infelizmente não posso monitorar os jogos de computador etc..por estar tão longe, mas quando estava perto, fazia o possível para tirar à atenção deles, disso.
    Que Deus proteja nossas crianças desse mal da geração.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Pois é tens toda a razão partimos do 8 para o 80...
    beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Tenha um lindo final de semana.

    Belíssima participação.

    Fica com Deus e tudo de bom.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Posso ir junto?
    Quero ficar com o cabelo de dar inveja a uma espiga de milho. ahahaha
    Linda tua época
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. que tuuudo!!!
    trendluxo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Bel querida,

    Também faço estas reflexões de vez em quando, e comparo minha infância com a dos meus filhos.
    Hoje esta tudo tão diferente não?
    Sofremos com a insegurança por todos os lados.
    Tem horas que chego a pensar: "Quando que tudo isto começou a acontecer?"
    Quando perdemos esta liberdade e esta inocência de tempos atrás.
    Sinceramente não sei.
    Excelente sua postagem, você abordou um tema bem atual.
    Sua Lívia é Linda!!!, deve ter a mesma idade da minha.

    Um grande beijo em seu coração!

    ResponderExcluir
  16. Puxa vida, Bel! que relato lindo demais e também tão detalhado! Parabéns! Amei estar aqui!Bjbjbj!!!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Bel:
    Não entendi o que você quis dizer no meu blog sobre não conseguir ler pelos comentários acima !

    ResponderExcluir
  18. Menina...a sua infância foi deliciosa por demais e estas criaturinhas...Lívia e Lucas são lindos de viver!Deus abençoe a ti e todos os teus entes queridos.bjs

    ResponderExcluir
  19. Bel,
    acho as nossas lembranças bem parecidas....
    e as atuais com nossos filhos também.
    Muito triste, mas é a realidade...hoje eles vivem no computador, pois não deixo ficar muito tempo lá fora, mesmo morando em apartamento, não conhecemos todos os moradores, por isso, ficamos sempre de olho, tensos, preocupados, e esquecendo a melhor fase deles.

    beijos

    ResponderExcluir
  20. oi Bel, vim retribuir a visita na blogagem coletiva....parabens pela postagem...bjo

    ResponderExcluir
  21. Você está sendo sábia em mostrar e permitir que os seus filhos possam conhecer a verdadeira liberdade e esses momentos que jamais serão esquecidos por eles, como não foram esquecidos por você. Felicidades e que a infância dos seus filhos seja sempre repleta de brincadeiras saudáveis e muito amor. Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Obrigado pelo comentário sobre meu texto sobre a infancia.Concordo plenamente contigo quando dizes que tabém devem ser cobrados os deveres das crianças e dos pais.Porém no meu texto,foi um retorcesso histórico sobre de como era a infancia através das épocas.Gostei muito do teu texto comparando a infancia de anos atrás com a infancia dos dias atuais.abraços

    ResponderExcluir
  23. Bel, com tantos perigos ameaçando nossas crianças, é difícil dar a liberdade que elas precisam, e isso é tão triste quanto verdadeiro. Felizes as crianças de hoje que têm um refúgio para as brincadeiras. Parabéns pela postagem com tanta sensibilidade :-) Um beijo.

    ResponderExcluir
  24. Só espero que não chova na Páscoa rsss me deu até inveja a sua infancia, nunca saí da cidade e só conhecia clausura dentro de apartamentos e shoppings, a não ser qdo morava em vila. Que bom qu seus filhos podem aproveitar do ar fresco!

    ResponderExcluir
  25. desculpe-me pelo atraso,mas com essa fantástica coletiva e interação,com sua postagem tão contudente saio com meu aprendizado em dia!
    Obrigada pelo carinho da visita
    Boas energias,paz,saúde,sucesso!
    Mari

    ResponderExcluir
  26. Olá Bel
    Ainda bem que os seus filhos têm a oportunidade de viverem esse outro lado mais saudável da diversão, isso faz um bem enorme para eles. É muito bom nós termos um refúgio no meio da Natureza, voltamos de lá cheios de saúde. :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Bel

    Muito lindo tudo que você contou sobre sua infãncia e essa liberdade, essa maneira de ser criança de verdade, ser livre que queremos e devemos passar para os nossos filhos.

    Linda a sua família.

    Beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  28. Bel, eu acho que o sol anda mais forte! (rs*)
    Lembro de uma vez no clube, eu bem branquinha, deitei para tomar sol e dormi. Dormi com a mão aberta no peito. Resultado: uma marca horrorosa e insolação! Não conseguia tomar banho ou colocar roupa que a pele doía demais - mamãe passou um loção de calêndula para acalmar e advinha? Fiquei cor de rosa - só a parte da frente do corpo, porque a parte detrás continuou branca. Não podia esfregar sabonete para retirar a loção porque doía a pele! Hoje em dia não incentivo meus filhos a tomarem sol voluntariamente!
    Bom saber um pouco mais de você! Beijus,

    ResponderExcluir
  29. Oi Bel, obrigada pela visita. Muito importante o seu texto fazendo a comparação do passado com o presente. Assim as crianças ttomam conhecimento das grandes mudanças que aconteceram. 1 abraço.

    ResponderExcluir
  30. Bel,teu texto sobre infância retratado através do paralelo da tua infância e dos teus filhos, me faz pensar sobre a infancia dos meus três filhos, que felizmente foram criados numa cidade pequena do interior,e puderam disfrutar de todas as brincadeiras infantis.Bom inicio de semana.beijos.

    ResponderExcluir
  31. Oi Bel,
    de fato não dá mais para estar descansada com os perigos que presseguem as nossas crianças.
    Eu lembro de brincar na rua até tarde, andar de bicicleta para todo o lado e minha mãe simplesmente chegava à janela e chamava para jantar, sem se preocupar onde é que eu andava até aquela hora!
    Agora...
    Agora ninguém mais brinca na rua sozinho...
    Cada vez que minha filha quer ir brincar para a rua (moro na cidade), lá tenho eu de ir com ela pra vigiar. O problema é que o tempo não dá para tudo e muitas vezes falo: querida, a mãe agora não pode. Por favor, se entretém em casa tá!
    É uma dependência que os filhos criam de nós...
    prejudicial à sua autonomia. Mas tudo isto é consequência dos perigos da nova era.
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderExcluir
  32. E' isso mesmo! Facamos a nossa parte! Cuidando e orientando nossos filhos para um futuro (deles e nosso) melhor!
    Mil bjs!

    ResponderExcluir
  33. Oi Bel, sim, vc tem razao, nossa infância, pelo menos na nossa cabeca, foi sim, bem mais divertida que dos nossos filhos. É tanta inseguranca hj em dia, meu Deus!
    Mas Bel, antigamente tinha tbm mt coisa ruim, nao tinha?? Lembro que tinha sempre uma mulher p ex, que havia sido estuprada, nao tinha?? Cara, onde eu morava, a gente sempre ouvia esses papos horripilantes!! e tinha Bel, toda essa imundície de abuso sexual contra criancas... ah sei lá, o que eu acho é que nossos pais eram meio malucos de nos deixar tao livres, ahahaha, lá em casa era todo mundo livre, leve e solto... morro de saudade da minha infância, pelo menos uma grande parte dela, outra, bem, outra é melhor esquecer.

    Um bj Bel e obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  34. Oiee!!
    Ai que legal a inveja das espigas de milho dos seus cabelos,rs...bom reviver estes momentos...obg por compartilhar...amei cada detalhe q bom saber que seus filhos estão curtindo cada fase com alegria.
    bjss♥Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir