quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Quem nunca sofreu por amor, levanta o dedo!

Imagem do Google


Raramente alguém vai dizer que algum dia não sofreu por amor, que não chorou as pitangas, que não rasgou os lenços e que não tinha uma amigona para segurar a onda e a cabeça também.
E muitas vezes chorou junto.
Ahhh...o amor que conforta mas também faz sofrer.
Amor que arde no peito e que bate também.
Sofrer pela primeira briga com o primeiro namorado e achar que o mundo vai acabar.Na realidade a gente  pensa que vai ser o único e é claro que muitos namoros foram sérios e únicos.
Eu conheço  até alguns que continuam até hoje, se sofreram por amor, certamente que sim.Nada é feito só de puro amor, tem alguns espinhos no caminho para tirar, principalmente quem tem um ciúme além do básico.
Com os anos a gente esquece todo aquele sofrimento, que viveu,  mas convenhamos sempre fica uma pontinha que não foi bem resolvido e lá no fundinho sofremos um pouquinho.
Quando jovem é pior o sofrimento,pois não temos experiência na razão, somente pura emoção.
Já crescidinhas até conseguimos despistar  e fazer um trajeto menos doloroso,mas se sofre igual, já tiramos bastante lições e é possível passar despercebidas.
Ainda bem que nossos pensamentos são somente nossos, já pensaram se fosse o Edward (vampiro lindo da Saga Crepúsculo) e descobrisse nossos maiores segredos? Neste caso gostaria de sofrer um pouco.
Podemos desviar, apagar, deletar, passar uma borracha somente nos nossos pensamentos, porque o amor é tão bom que nos dá mais oportunidades para novos recomeços de grandes amores que virão ainda.
Quem passou pelo sofrimento de amar, sabe que temos muito mais para amar do que para sofrer e para aqueles que ainda sofrem, certamente passará e virá novos amores e novas chances de sofrer ainda, mas terá a certeza que algum dia já sofreu por amor.
Eu levanto meu dedo e minha mão!

8 comentários:

  1. Bel, minha querida amiga!
    Este texto foi escrito por transmissão de meus pensamento! Você o escreveu muito bem! Adorei, lindo e eu também já sofri e muito, infelizmente!

    Beijinho na alma.

    ResponderExcluir
  2. Quando nos deixamos envolver num sentimento forte, corremos o risco de vê-lo retribuído ou não e ao mesmo tempo, tbém fazemos que a outra parte se encontre no mesmo patamar.Enfim, o melhor é Amor sem Dor, mas nem sempre conseguimos resolver essa equação.O jeito é torcer para que o encontro do Amor se dê definitivamente em nº par.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  3. Sempre lindos teus escritos...Sofremos de e pelo amor até quando ele está doente...Formas de sofrer... beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. OI, Bel!
    Eu também levanto a minha mão, pois quem não sofreu por amor, não poderá saber o quão gostoso é ser correspondido um dia.
    beijos grandes cariocas

    ResponderExcluir
  5. Bel, sofri taaanto por amor que escolhi não tentar novamente.
    Descobri que posso ser feliz sozinha e assim fica bem melhor!
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  6. como diz o velho ditado é melhor sofrer de amor do que não senti-lo...

    ResponderExcluir
  7. Oiiii Bel!
    Andei sumida, mas voltei!rss
    Nooossa me transportei para a minha adolescência quando pensava que o mundo ia acabar e que nunca mais pararia de sofrer.Quem nunca passou por isso? Acho que é uma dor universal.rss
    Beijos e um fds de alegrias!

    ResponderExcluir
  8. "...Mas é melhor querer e depois perder
    Que nunca ter amado
    Esteja onde estiver eu terei você
    Sempre ao meu lado..." José Augusto

    EU PREFIRO ASSIM.
    BEIJOS BEL

    ResponderExcluir