segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Questão de tato


Via tumblr

11 de outubro de 1987

Quando a gente quer ter um dia ou apenas meia hora de amor, não dá!Porque algo existe, sempre tem uma pequena barreira.
Mesma que seja por motivos que são mínimos, não tem jeito de encontrar a pessoa que mais quer que mais ama...
Algo existe, será que desistiu?
Já me esqueceu?
Eu sei que um dia acaba, mas tão cedo... se ao menos tivesse uma explicação para tudo isso, iria doer menos.
Porque quando amamos tentamos fazer o impossível para ver de longe, sem poder falar, sem beijar, sem acariciar.
O amor é tão cego, mudo e surdo, por quê?
As coisas acontecem bem debaixo de nosso nariz e mesmo assim não enxergamos.
Tento fazer o possível para encontrar-te em qualquer lugar!
Ah! Se você soubesse...
Eu te amo e não quero te perder. Mas  distância nos separa , as horas e os dias passam.
Que vou fazer?
Te amo!
Gata

...Sempre queremos tudo, sempre pensamos o pior.A distância separou e o amor é cego, mudo e surdo, é uma questão de tato...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...