domingo, 15 de abril de 2012

Blogagem Coletiva-2ª Fase-Desencanto

Continuando...


Quando percebi já não existia mais nada no seu olhar, daquele amor encantado que um dia tivemos.
O que faltou?
Foi excesso de amor ou talvez não existiu o amor...e percebemos tarde demais.
Onde foi que nos perdemos?
Não existia mais o brilho dos seus olhos, perdi em algum lugar desconhecido.
Vivemos tantas juras de amor, amor eterno, amor para sempre, simplesmente acabou, desencantou?
Foi-se tudo com seu olhar, já não conseguia mais te encontrar onde foi o tanto que me perdi.
Meu coração partiu e nunca mais fui a mesma, esqueci! As cicatrizes permanecem, em alguns momentos elas teimam em aparecer.
Tenho certeza do amor real e verdadeiro que um dia senti e me encantei, mas o destino nos pregou uma peça e nos afastou sem ao menos uma chance de dizer adeus.
Quem sabe somos almas gêmeas e estará marcado um encontro em outro plano, mas aqui neste mundo não será possível.
Temos duas opções para seguir o destino: Esquecer e seguir em frente ou ficar e esperar, mas como a exigência e urgência que um dia me procurou com olhar da  mesma maneira elas perderam em algum canto,então escolhi a primeira opção.
Seguir o caminho que me era oferecido.
Me desencantei e sofri!
Faltou um olhar...
Acabou, mas o sentimento que um dia te amei foi único e exclusivo.

25 comentários:

  1. O desencanto do amor predomina, linda postagem
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Bel

    "Tu és o orvalho que me beija"...
    (Meliss)

    Em pleno período pascal nos reencontramos para tecer o nosso Desencanto... entrelaçar partilhas de coração a coração...

    Vc me parece verdadeira e ama em profusão... dá para perceber... tenho empatia como o que vc escreve...
    A gente reconhece no outro o que tem dentro do nosso coração... assim nascem as antipatias e os desencantos...
    Faltou um olhar e um dizer adeus... a vida nos prega cada peça!!!
    E como faltam possibilidades aos que amam de verdade... já para os que competem, a vida lhes parece bem mais fácil... circunstâncias dos dominadores do Encanto...
    Amemos e teremos o Céu dentro de nós!!!

    Obrigada por sua participação e nos vemos no próximo mês se Deus quiser!!!
    Bjs de Paz e Esperança junto com o meu carinho fraterno

    "Meu coração orvalhado
    pleno de gratidão,
    agradece a Deus"...
    (Élys)

    ResponderExcluir
  3. Quando se olha e não se vê... é hora de partir.

    Minha contribuição: http://migre.me/8GBkK

    ResponderExcluir
  4. BEL

    Bom dia

    Vou divulgar a Blogagem no BLOGS & MÍDIAS e no 007BONDeblog, e, vou participar com um texto sobre o "DESENCANTO COM A POLÍTICA", um dos meus amores na vida.

    Quando falta o olhar (não são os olhos o espelho da alma) é porque não há mesmo muito que permita continuar.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Bel, bonita postagem! Deu para sentir realmente o seu relato!Parabéns! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. Bel, todo desencanto vem do tanto de encantamento que nos possuiu. Nem todo encantamento acaba. Pode se modificar. Se acaba mesmo, o certo é ir em frente, seguir em busca. Outra vez. Mais uma vez. O importante é não deixar de acreditar que o amor acontecerá de novo. E de novo. Novo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Olá Bel

    A vivencia já é um encanto que a vida nos proporciona, mas como tudo vem o reverso, daí o desencanto.
    Que este amor, que é seu, possa ser reconhecido em outros olhares.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Bel!
    Vivenciar a dor da separação, de um amor que acabou, que foi pouco a pouco quebrando o encanto é muito doloroso, muitas vezes deixa cicatrizes, mas não é o fim, temos o feliz dom da superação. Lindo seu conto!
    Beijinhos e uma semana iluminada!

    ResponderExcluir
  9. Bela reflexão.
    bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  10. Almas gemeas se desencontrando? Não me parece. Amor forte demais sufoca.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  11. O desencanto corrói nossa alma e desmancha momentaneamente toda a nossa perspectiva. Sua colocação e opção foi a mais sábia: esquecer e seguir em frente.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Bel!

    Cada um de nós escolhe a melhor saída para se libertar do desencanto, que nos faz sentir diminuídos, rejeitados, vazios... Porém, quando nos levantamos, quando refletimos, entendemos que ele pode ser um grande mestre, e trazer para nós lições preciosas...
    A vida é feita de altos e baixos, e o segredo, é saber aproveitar o que tanto uns quanto outros, nos tem a oferecer.

    Beijos, amiga
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  13. Oi Bel,
    concordo em absoluto com sua última frase.
    Para mim, todos os amores foram únicos e exclusivos. Encantos que desencantaram mas que jamais procurei substituir. Amei cada um de forma singular, e fui amada de forma diferente por cada um deles (não foram assim tantos, hein!).

    Em altura alguma, comparei ou lamentei o antes ou o depois.
    Beijinhos além-mar.
    Continuemos juntas nossa caminhada pela BCAP.
    Rute

    ResponderExcluir
  14. Bel, é uma pena que muitas histórias acabem (ou não?) em desencanto, mas faz parte da vida, não é verdade? Que a vida te dê muitos mais motivos de encantamento :) Beijos! Parabéns pela participação!

    ResponderExcluir
  15. Pelas janelas da alma, vemos o que diz o coração, mesmo que não seja o que gostaríamos. Embora desencantado, o coração é fértil em encantamentos. Creia.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  16. É tão estranho quando acaba o encanto,quando um se vai e o outro fica a sofrer,quando há falta no coração não é mesmo?!
    Abraço e uma ótima semana Bel,=)

    ResponderExcluir
  17. Olá Tudo bem?
    Gostei do Seu Blog e Já estou Seguindo..!
    Voce gosta de unhas personalizadas?
    Da uma Olhadinha no Blog, lá vou ensinar, dar algumas dicas sobre a personalização das unhas. beijos, sua presença é importante no Blog. Obrigada.

    http://unhasale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Bel, é difícil de entender como alguém sai da nossa vias "à francesa", sorte nossa é que tudo passa. E você fez a escolha certa, seguir em frente. Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  19. Oi Bel que bela reflexão sobre o desencantamento. Quem já não passou por isso não? Adorei seu blog e estarei sempre por aqui.
    Abraço,

    ResponderExcluir
  20. Olá, Bel!Essa sensação de melancolia que te assalta quando pensas o que poderia ter sido se...é o verdadeiro desencanto! Aprende-se a viver. Os desencantos nos tornam mais fortes e deixam o coração mais terno e preparado para o amor!
    Fez muito bem em seguir em frente, a vida é para ser vivida e encarada de frente com tudo o que tem para nos dar!
    Adorei sua participação!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. O amor não morreu mas perdurou o desencanto, esse precisa aprender a perdoar para poder se encantar novamente por outro amor. No fundo o maior desafio é viver em paz. Beijus,

    ResponderExcluir
  22. Muito bom amiga.É um grande desafio superar o desencanto.Eu não consegui,mas prefiro não lembrar,por isto não falo sobre mim.Segui em frente e o desencanto seguiu também...Entendeu!!Fazer o que?Viver e ser feliz mesmo assim...

    ResponderExcluir
  23. Dói, machuca tanto... mas com disse Renato Russo. Ninguém sofre pelo amor verdadeiro, pois este nunca nos faz sofrer. O desencanto sempre vem de falsos príncipes, de enredos equivocados... Então, vamos em frente, mais fortes, vividas, lindas. Nascemos para amar, para ser felizes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geísa...
      penso exatamente como você.
      abraço.

      Excluir
    2. Bel...
      este sabor ruim que fica depois do desencanto é de fato marcante, frustrante.
      Deixa mágoa e se a gente não conseguir perdoar parece que o coração se fecha pro amor, não é?
      Ainda bem que você foi mais forte que o desencanto e decidiu ser feliz, apesar de tudo.
      beijos.

      Excluir