O tempo que passa


Imagem do Google

O segundo semestre foi iniciado. O tempo avança. Às vezes fico em dúvida: as pessoas correm demais ou os dias andam depressa? Evidente que o ritmo tem acelerado a vida de todos. O tempo segue a normalidade. Nunca encontraremos um minuto tentando agilizar os seus respectivos 60 segundos. Por outro lado, aumentaram os compromissos e as horas acabaram parecendo escassas. Não podemos culpar o tempo. Lamentar até que é aceitável. Mas em nada ajuda.

Convém olhar mais para a vida do que para o relógio. Viver não é somente fazer. Ocupações são inevitáveis. O volume pode ser dimensionado, elencando prioridades. Penso que jamais teremos tempo suficiente para tudo. Mas com o tempo que dispomos, dá para fazer muito, sem comprometer o físico e o emocional. Quando tudo é urgente, desqualifica-se o essencial. Há os que se perdem no trivial e já não sabem por onde avançar.

O tempo passa. Não tem por que se angustiar. Muitos organizam-se a partir das buscas e distribuem ao longo dos dias e anos o que desejam fazer. Simplesmente vivem. Sabem que os anos serão somados, que as marcas se tornarão visíveis. Não apressam e nem retardam o passo. Pelo contrário, imprimem sabor em tudo o que deve ser feito. Evidentemente que são pressionados. Mas administram sem vacilar. Sabedoria exemplar que não dá margem para ansiedade e frustração.

Talvez seja necessária uma vida toda para aprender a dinâmica do viver. Não se trata de tarefa impossível, mas requer habilidade. Depois que os valores ficaram no esquecimento, tornou-se mais difícil humanizar-se. Por muito tempo, exercitamos o ter em detrimento do ser. Passados alguns séculos, pode-se concluir que o ter não conseguiu dar um verdadeiro embasamento ao ser. Não são poucos os que têm coisas, mas convivem com um dramático vazio existencial.

Que o segundo semestre possa favorecer serenidade aos dias que seguirão em contagem regressiva, mas que poderão oportunizar profundas realizações. Depende das escolhas e da criatividade, ao elencar prioridades. Pois, sempre haverá tempo suficiente quando há clareza do caminho da felicidade.

(Frei Jaime Bettega)

Comentários

  1. Minha amiga, a bíblia nos ensina que nos tempos últimos eles (tempos) voariam. Estamos vivendo esses tempos. Mal começou o ano e já estamos nos preparando para os festejos natalinos.É uma roda viva. Tudo passa muito depressa. Chegou a hora do preparo para vivermos definitivamente (no céu), sem nos preocuparmos com o tempo.
    Abração.

    ResponderExcluir
  2. LIndo texto, cheio de verdades!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. nossa Bel
    que texto profundo...
    maravilhoso.
    beijos.
    tô compartilhando viu....

    ResponderExcluir
  4. Oi Bel!
    É, com o tempo não se brinca e devemos t^-lo como nosso aliado, para podermos desfrutar melhor da vida.
    beijinhos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  5. Sábio alerta para as prioridades que se elencam na vida.Saber imprimir sabor em tudo é um alto grau de conhecimento próprio,que gera maior felicidade.
    Òtima reflexão vc escolheu para nos ofertar, Bel.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  6. Oi Bel, estou dando uma atualizada no blog e cheguei aqui logo no texto do tempo, pois ando sem tempo, rs, pois voltei a trabalhar depois de 10 anos parada, imagina como estou, mas estou amando curitiba, semanas frias, semanas quentes. Estava lendo seus textos e como sempre me identificando, amei o texto do amor pelo seu marido e concordo plenamente tem que gostar de conversar por que no final é só isso que vai ficar. Amei! Bjs Eliane

    ResponderExcluir
  7. Bel,

    Esse assunto de como o tempo está passando rápido, está por todos os lados.
    A vida aqui não parece tão corrida como no Brasil, mas mesmo assim dá pra perceber nitidamente o passar do tempo.
    Que tenhamos bastante serenidade pra enfrentar o segundo semestre, preparando assim, pra chegada de um novo ano.
    Tenha um lindo final de semana,

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que texto lindo! Ótima reflexão para uma manhã lida! Tenha um ótimo dia.
    Agenda de Casa
    http://www.roarchela.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Bel amiga!
    É amiga , a vida esta passando bem depressa né?
    Já chegamos ao segundo semestre!
    Mas que possamos viver cada dia, construindo um amanhã melhor para nós e para todos que nos rodeiam amada.
    Lindo texto!
    Bjus
    Bom final de semana!
    Marly

    ResponderExcluir
  10. Olá Bel...adorei seu texto e refletindo...o tempo passa o que não pode passar nunca é essa nossa vontade de viver cada dia com mais intensidade!
    Um grande abraço!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Bel,
    A impressão que me dá é que os dias estão passando rápido demais...Paro e fico horrorizada o quanto o ano passou rápido, quanto o dia acaba logo. E nem paro para pensar um pouquinho em mim. Que horror. Mas amei o texto!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  12. Oi Bel! Esses dias "presa" em casa, já são 40 dias, eu tenho pensado muito em como o tempo é relativo. Forçada a parar com todas as minhas atividades além das fronteiras da casa, tenho todo o tempo do mundo e mesmo assim ele me escapa entre os dedos... É estranho... O texto que você compartilhou conosco é um bela reflexão! Obrigada! Bjks e um final de semana maravilhoso! Tetê - Avaliando a Vida

    ResponderExcluir
  13. Metade do ano já foi e não vai demorar muito, acharemos que o ano passou depressa... é preciso refletir os dias, antes que seja tarde!! Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  14. Oi, Bel!

    A fadiga que o corre-corre nos traz, revela bem a desarmonia em que vivemos, na modernidade, em relação ao Tempo X Atividades. Nos impomos tantos afazeres, que é impossível cumprí-los sem prejudicar nossa vida. E o pior: esse amontoado de atividades, dificilmente trará nossa felicidade.

    Excelente texto.Amei.

    Beijos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada