Poderia ser diferente


Minhas lágrimas escorrem por não poder mais te trazer para perto de mim, para o aconchego do meu abraço e pelo amor que vivemos.
Tudo poderia ter sido diferente e presente, sem culpa do passado e sem especulação do futuro.
Tudo o que carrego são lembranças de um amor mal resolvido, mal contestado, mal orientado por nós mesmos.
Não podemos de maneira nenhuma esquecer algo que marcou tão profundamente em nossas vidas, em alguma parte de nosso passado.
Não posso dizer que te esquecerei, pois algum dia fez parte da minha vida, mesmo que por pouco tempo.
Foi suficiente para deixar marcas das quais não podemos tirar assim de uma história.

Comentários

  1. Oi Bel!
    É, nem sempre as coisas são como gostaríamos, mas precisamos fechar os ciclos da vida e olhar para frente, por mais difícil que seja. O tempo é um ótimo aliado quando nos propomosa ir em frente.
    Beijinhos e uma semana iluminada!

    ResponderExcluir
  2. Vamos desfolhando o livro da vida e... por vezes temos percalços que nos obrigam a parar para pensar, descansar, reviver, bater com os pés no chão e encontrarmos o local certo, o momento exacto.
    O passado não retorna e o melhor é continuar a ler o tal livro da vida.
    Há sempre um fim.
    Cumprimentos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada