Um brinde ao amor

Imagem do Google

Senti seu toque suave..me entreguei ao calor de seus dedos.
Olhei para o nada e deixei que tudo fosse perfeito.
Quando senti sua boca no meu pescoço, estremeci, já não estava mais salva.
As mãos afagavam meu cabelo levemente, com intenção de uma promessa.
Meu coração batia descompassado e podia acreditar que sairia pela boca.
Seus beijos que eram suaves já exigiam um certa urgência e eu já não podia mais controlar o que estava acontecendo.
Sabia que não teria mais volta...
A esse amor que me rendo, me entrego e levo comigo...deixo somente lembranças de uma noite
inesquecível...
Um brinde ao amor!

Bel Rech

Comentários

  1. O melhor brinde possível... sem copos... só com beijos.
    Por isso o amor é tão grande e misterioso.

    Uma boa seamana

    ResponderExcluir
  2. Lindo,leve brinde.Ao amor vale sempre brindar! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Virgi... que envolvente....
    Um beijo desses, com quem se ama... não tem mais volta mesmo! Eu tbm me rendo!

    Beijos, Bel!

    ResponderExcluir
  4. É o momento que além do amor, em nada pensamos. Deixa acontecer e o calor dos afagos corresponderá à expectativa.
    Beleza a tua prosa poética.
    Abração.

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida amiga Bel
    Coração descompassado é um bom sinal se está tudo bem com o coração (fisicamente)... é sinal de saúde emocional e afetiva!!!
    Bjs de paz e bem

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada