Emoção

Imagem via tumblr

Andei sem rumo e quando me deparei com você, entendi o que o amor faz com a nossa cabeça.
A razão já não faz falta, mas a emoção como te faz bem.
São tantos sentimentos que alimentam os caminhos ainda dúbios.Tão contraditórios com aquilo que sempre se pensou, em que a cabeça exige, mas o coração é tão intenso, tão entregue.
Que a gente pensa, deixa para lá, são alguns momentos, logo voltaremos a agir normalmente como se nada tivesse acontecido.
Triste engano, triste lamento!
Depois que o amor entra por seus poros, não existe mais nada que o faça tirar de dentro de sua pele, de sua mente e de seu coração.
O amor ataca onde menos dói.No peito, no coração...ali não existe razão nenhuma para que se tenha que tirá-lo.
Ali permanecerá o quanto ele quiser, o quanto desejar e o quanto determinar.

(Bel Rech)

Comentários

  1. Lindo e que o amor perdure sempre! beijos,feliz e abençoada PÁSCOA!! chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Bel
    Sua postagem completa a de Maria José, do blog "arcadoautoconhecimento" que postou hoje "Almas Gemeas" e o meu comentário é o mesmo para as duas , você e Maria José:
    "eu não me casei, me casaram e não entendo até hoje como estou casada há 52 anos...
    Beijos
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  3. Belzinha, apaixonada!! É isso mesmo, o amor manda!! E enquanto ele mandar, adeus razão! :)

    Aproveito para convidá-la a participar mais uma vez do BookCrossing Blogueiro, já na 6ª edição que acontecerá do dia 16 ao dia 23 de Abril.

    Ficarei feliz com a sua presença, participando ou ajudando a divulgar!

    "Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia; e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Fernando Teixeira de Andrade)

    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  4. Será que o “amor eterno” não é uma fantasia elevada ao estatuto de mito?
    O amor eterno contrapõe-se ao amor eterno enquanto dura?
    Certamente que não posto que ele está além do tempo e espaço. Assim sendo, quem o sente sabe que existe, mesmo não podendo provar algo que escapa à abrangência dos conceitos intersubjectivos.

    ResponderExcluir
  5. Bel, acabei de publicar este teu texto neste espaço que criamos para postar os trabalhos poéticos dos amigos.
    Espero que gosto.

    http://semolharescriticos.blogspot.com.br/2013/04/emocao.html

    Abraços!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada