segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Quando a saudade não existe

De algo que não existiu, que nem chegou acontecer, que só estava nos meu sonhos.Que meus olhos te procuraram por lugares estranhos dos quais não tinha luz e não pude ver o brilho de seus olhos.
Tentei em vão acreditar que era bom o suficiente para te amar e achar que sobreviveria o bastante para um romance.
Imaginei que podia alimentar esse amor por nós dois e percebi tarde demais que nada sobrevive a um amor se  as duas partes envolvidas estiverem em sintonia.
Quanta dor por algo que nem começou e fiquei a pensar que saudade é esta se nem ao menos tive a chance de sequer levar essa paixão.
Que tão pouco realizei ou conquistei um amor que nem existiu.
Não terei nada para contar , então não terá saudade!
Essa saudade não poderá tomar conta de mim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...