sexta-feira, 11 de março de 2011

Nada como nossa casa...

É muito bom sair, mas é muito melhor chegar em casa.Nos acostumamos a nossas coisas, ao nosso cheiro, ao lugar de cada móvel ou até mesmo um artigo de decoração.Como está, como ficou e ali ficará, como o colocamos.
Esse apego até faz bem, pois são aquelas mínimas "coisichas" que tem uma lembrança, de um passeio, de alguém especial. Ao apego puro do material, não sinto falta, nenhum pouco.
E quando saímos por mais que nos distraímos, algo faz falta mais ainda  se tens filhos.
Mas de filhos é muito importante essa falta, tanto um, como o outro, porque conseguimos sentir que realmente fazemos parte da vida de alguém.Esse sentimento é puro e importante para nosso crescimento como mãe, pai e filhos.
É importante também para que eles compreendam que a vida será assim, não tão distante para eles.A cada dia que passa nós vimos que o tempo voa e não anda.
Essa volta nos aproxima cada vez mais, mesmo que seja uma viagem curta, mas muda alguns aspectos, para refletir como esta te saindo como uma boa mãe.
Por isso essa busca constante sempre de aperfeiçoar nossos sentimentos em relação a quem amamos.


Um comentário:

  1. Olá Bel,

    Que texto gostoso de se ler.
    Eu também adoro chegar na minha casa depois de uns dias fora.
    Meu marido sempre comenta isso quando entramos em casa, do cheirinho e do aconchego.
    É muito gostoso passear, mas melhor ainda é voltar para o seu "cantinho".
    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderExcluir

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...