Nós fazemos o lugar onde moramos

Imagem do Google


Quando escolhemos um lugar para morar, para fixar raízes, devemos levar em conta que se foi nossa opção, temos que nos condicionar ao lugar, suas peculiaridades e lembrar que nós nos moldamos ao lugar e não ao contrário.
Por mais problemas que exista em um lugar pequeno, as fofocas, os vizinhos bisbilhoteiros, aquilo que não gostamos, temos que viver em sociedade ou ficamos sozinhos e não compartilhamos nada. Nem por isso devemos pensar que  tudo é errado. Nós podemos mudar algo desde que permitam e que tenhamos consciência de que seja para melhor.
Está-se trabalhando, pagando impostos, filhos na escola, certamente se tem retorno do lugar.
Quando optei por onde vivo atualmente, tentei de todas as maneiras me fazer presente na comunidade, tentei me integrar e buscar aquilo que gosto. Se deu certo? Nem todas, mas aprendi a conhecer e estabelecer limites para o que era bom e o que não era tão bom assim.
Pensar e julgar as pessoas do lugar é difícil, pois devemos tomar posição no momento em que acreditamos que realmente fazemos parte, do contrário meu amigo não julgue, não comente e não atrapalhe a vida dos demais, ou melhor, ainda mude de lugar!

Comentários

  1. Menina você tocou num ponto que me persegue a cada dia, o lugar onde moro, nao me adapto, não consigo ficar muito tempo por aqui sem reclamar, vou seguir seu conselho e tentar interagir com a comunidade, quem sabe dar certo, valeu pela dica, adorei, beijos

    ResponderExcluir
  2. Ah ah ah, gostei da recta final do texto :)
    Cá em Portugal se diz: "Se estás mal? Muda-te!"

    Bela reflexão. Belo ensinamento. É isso que eu gosto das partilhas da internet, mudar o ângulo de análise das situações, e outras repisar no que já sabemos para não esquecer.
    Beijinhos pra vc Bel.
    Rute

    ResponderExcluir
  3. Oi Bel,
    Uma de minhas melhores amigas é a minha vizinha. Adoro onde moro, adoro as pessoas daqui da minha rua.
    Beijos 1000 e um restinho de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  4. Eu não gosto mais nadinha de morar na cidade, mas...tenho que me adaptar! beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Oi Bel!
    É a mais pura verdade!
    Acho que tem um bocadinho de gente nesta situação, viu? Faz um ano que me mudei, gostava de onde morava, mas depois de algum tempo fui me aborrecendo com algumas coisas e decidi me mudar. Aqui um condomínio grande tem lá seus problemas, mas não estou me incomodando muito, Gosto muito daqui.
    Gostei do post!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  6. Oi Bel,eu já morei em vários bairros,gostei e desgostei,mas é assim mesmo,em todo lugar tem vizinhos de tudo quanto é tipo rsrsr.estou aqui para te fazer uma visita e te convidar a fazer uma visita no meu blog e se você gostar é só me seguir.beijos e um ótimo final de semana.
    http://minhacozinhadivertida.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oiee Bel!!
    Que máximo poder recomeçar....buscar alternativas qdo não nos adaptamos a um determinado local....sim sempre vai ter algo ou alguém que não agrade...mas nem td precisa se tornar desagradável para sempre...espero ainda poder mudar...gosto do lugar que moro, mas como sempre tem um "mas".....quero me mudar para um local mais central com mais opções de condução.
    Bjkss♥ e paz!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada