sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Ser egoísta

Hoje aconteceu algo que chamou minha atenção para a palavra egoísmo.O que me levou a pensar sobre isso nada tem haver com política, mas com a parte social da coisa em si.
O tema central foi a política de uma certa maneira...
Eu só não consigo entender porque os menos favorecidos não possam ter a chance de sair da miséria, como qualquer pessoa normal.Eles não são diferentes de mim, ao contrário não tiveram oportunidades que eu tive, pois quem dirá que se eu não saísse do interior, onde não tem fábricas, indústrias, família com posses, se realmente eu não estaria na extrema pobreza(não é para tanto, mas um simples exemplo).Eu tive a chance, mente aberta para descobrir o mundo e certamente alguém me proporcionou.Mas e aqueles que não tiveram nada disso e foi se formando um círculo em que não podiam sair de sua cidade e na própria não teve oportunidade.
É porque  não quer trabalhar, quer viver com o dinheiro do governo?
Se nós temos o suficiente não é possível dividir um pouco que temos, por acreditar e achar que só a nossa verdade é a correta em que o outro não quer trabalhar?
Que esses mesmos não podem ter uma casa decente?
Até podemos ter errado em alguns pontos em relação de ter colocado esse ou aquele no poder, mas isso não quer dizer que tenho que ser egoísta.
Eu quero que todos tenham vida plena e digna. Porque somente eu ,meus parentes e amigos?
É ser egoísta pensar dessa maneira.Isso não quer dizer que temos que dar tudo nas mãos, mas para mim é suficiente o que tenho e preciso acreditar que para outros também tem que ter o suficiente.
Se aproveitam do governo já é outra história que não vem ao caso.Tantos corrompem, nas filas, em estacionamentos, em guardar até lugar nos bancos da Igreja.Sempre se tem um jeitinho para tudo para nosso bem e se o outro tem o mínimo,  acham que estão recebendo demais.
Por favor!!Onde estamos e porque pensar assim, Deus deu a vida para todos e nem por isso exigiu algo em troca.
Pergunto, onde está a solidariedade e o humanismo nestas questões?

4 comentários:

  1. Sabe Bel, eu também penso assim, mas tenho visto tanta coisa neste mundão de meu Deus. uma delas, a mais atual e vergonhosa é esta mania de fazer filho para ganhar bolsa família. Para mim o certo seria aprender a pescar e não, ganhar o peixe.Não sei,honestamente,para onde caminhamos.Outro dia no berçário havia uma mãe com dois gêmeos prematuros e me disse que tinha mais nove filhos, eu perguntei se ela trabalhava ela disse que não e o marido também não e que viviam da bolsa família. E aí?! Desejar que todos tenham nós desejamos mas será que é isto que eles querem? A bem da verdade eu penso que esta bolsa pode até ter algum valor mas do jeito que está...está complicado.Não trabalhar para sobreviver com a esmola do governo é cohibir o progresso moral e espiritual.bjs e paz.

    ResponderExcluir
  2. Bel, nesse mundo a maioria quer levar vantagem em tudo, não se importando nem um pouco com o próximo. Mas também muita gente abusa do que o governo proporciona, não é? Nem se importam com o crescimento próprio, querem é levar vantagem e não fazer nada.
    É lamentável, mas nem sempre quem precisa realmente de ajuda é ajudado e nem sempre quem é ajudado precisa de ajuda.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. nossa é muito bom como vc escreveu, tem pessoas que eu não consigo entender.
    ai meu Deus, eu nem gosto de pensar nisso pq fico muito irritada
    o egoismo me mata
    trendluxo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olha Bel, au já vi tanta coisa, esses dias um bandido até falou mas "Ninguem me dar pão", jovem, forte, aqui na cidade qualquer pacote de bala você vende, só que as pessoas não querem trabalho, querem emprego (ganhar dinheiro sem trabalhar), você não tem noção da cabeça das pessoas na comunidade, eu fico impressionada. Passo por algumas experiências aqui, pois a minha igreja tem um projeto social, importante ajudar, mas o problema é o que eles pensam e querem deixar de ser pobre sem trabalhar, impossivel e confesso que hoje até desisiti de mudar a forma da comunidade pensar. Agora no interior de Minas onde tenho casa o problema é outro, tinha uma familia que já estava no quinto filho e a cidade ajudou eles a contruir a casa por três vezes e depois de pronta eles vendem, considero ela uma amiga, como tentei convecer ela várias vezes mas sem conseguir, não adianta ela quer viver assim. São pouco que querem mudar de vida, por isso que os trabalhos sociais ainda existem por que poucos ainda mudam. Bjs Eliane

    ResponderExcluir

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...