Aquilo que não tem explicação

Cabeça entre as mãos, tentando parar os pensamentos, tentando segurar a dor que explode dentro da gente, que não tem explicação, que neste precioso momento nada te faz acreditar que devemos pensar somente coisas positivas.
Ombros que te lembram a cada segundo que continua sentindo.Que não gostaria de sentir o que sente, mas sente!
Que poderia extravasar, mas é um sentimento que passará...só não passará se eu me entregar totalmente.Tenha a certeza que não me entregarei, porque aqui estou escrevendo e sentindo aquilo que poderia não fazer parte de mim.
Não só eu sinto, mas tantos podem pensar desta forma em que certos dias por mais que pensamentos bons estejam diante de nós, é impossível não sentir um segundo de angústia, um minuto de desespero, uma hora de não saber o que fazer.
Não tem explicação aquilo que não conseguimos entender, nem escrever exatamente o que passa dentro de nosso íntimo.
É uma corrente de emoções, de sentimentos que afligem do nada ou de sentimentos que nos pegam desprevenidos sem chances de poder escolher e modificá-los.
Permanecem e te rodeiam de tal maneira que tentamos nos desvencilhar, soltar as amarras, impossível, pois são tão firmes e desafiam a força do pensamento.
Neste enredo, procuro buscar uma solução para este desafio que agora se mostra menos nebuloso, com grandes chances de um desfecho menos dolorido.
Sem explicação, mas com solução dentro daquilo que acreditamos ser possível.

Comentários

  1. Oi Bel!
    Amei seu texto cheio de sentimentos que nos enchem a alma nas horas de incerteza. Eles falam bem do que senti há alguns dias em que precisava ter esperança, mas os pensamentos mais positivos não combinavam com meu estado de espírito, tanto que deixei de blogar, nem tinha a dizer e nem queria ler as belas mensagens de otimismo em que a blogosfera está cheia. Mas, nada como um outro dia em que a luz torna a voltar...
    Beijinhos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  2. Bel querida,

    São depois destes momentos, que temos a grande capacidade de voltarmos mais fortalecidos....
    Por mais difícil que possa parecer, precisamos sempre focar nossa atenção para o melhor lado da vida, e se nos rendermos á ela ela também se renderá á nós.

    Obrigada sempre por seu grande carinho!
    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Estou passando por isso, e é mesmo inexplicável.
    Não é fácil, entre idas e vindas, o pensamento retorna.
    O ser humano é frágil, a mulher é muito mais, porque além do amor, temos o instinto maternal, que é o de se apegar.
    Espero que agora esteja melhor...
    Eu estou lutando a duras penas, porque ´fui eu quem não quis, por ser insegura, é um amor do outro lado do mundo praticamente, depois de 2 anos, já nos ferimos muito, e ambos já terminamos por ciúmes.
    Agora estou buscando ser mais firme, vou fazer como você, mulheres unidas venceremos até os nossos sentimentos.bjs
    Aninha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada