Doce Novembro



Para mim este mês é um começo  doce, lembrei-me do filme "Sweet November" romântico e um pouco triste.
Por este novembro começar  gostoso, meio quente, meio frio, meio morno...sem definições.
Não consigo pensar que já estamos no final do ano, tudo parece muito quieto!
Me sinto assim, um doce novembro, sem querer apressar as coisas, sem querer nada, somente perceber o quanto estou intimamente ligada nas belas maravilhas da natureza e o tão prazeroso que tem sido meus dias.
Estou fazendo tudo lentamente, como que aproveitando tudo que passa ao meu redor.
Se é bom?
Sim, me faz bem e assim aprecio cada minuto com aquilo que me faz bem.
O amor está em sintonia e minha busca constante é acreditar que tudo é possível, mesmo que o mundo diga o contrário.
Eu acredito no doce amor também!

Comentários

  1. Bel querida,
    Adoro passar por aqui, sempre tem coisas interessantes para se ler, refletir...Eu também acredito no doce amor, sempre!Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Bel querida,

    E você está realmente doce, pois lendo sua mensagem senti uma energia calma, tranqüila e de paz.
    Que bom que a correria do final de ano não afetou o seu interior, continues nesta egrégora de Luz e Amor.

    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Bel!
    Muito bom quando encontramos esta paz e os dias passam ao sabor da vida, suaves.
    Beijinhos e tudo de bom pra você!

    ResponderExcluir
  4. Bel,
    em momentos tão especiais assim o melhor a fazer é o que vc descreve:apreciar, desfrutar, agradecer, partilhar de cada instante precioso que esse doce novembro traz e desejar que os próximos meses sejam de novembros aderidos em seus dias.
    Linda reflexão, linda comparação__o filme é encantador!
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  5. OLÁ AMIGA VIM RETRIBUIR A VISITA E DESEJAR A VOCÊ UMA SEMANA DE MUITAS REALIZAÇÕES E PAZ.ABRAÇOS FRATERNOS

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada