segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Muitos procuram

Imagem do Google

Muitos procuram buscar equilíbrio em bens materiais, se o que procuramos está dentro de nós, não conseguem ver que estar em paz e em sintonia com o bem mais precioso que temos,que é a família.
Digo família, pai, mãe e filhos.
Estou falando de mim também, pois quantas vezes tentei encontrar o bem estar em comprando e comprando e achar que a aparência conta muito.No momento da compra é bom e o depois?
Mas a aparência conta muito na sociedade, é exigida por ela e acabamos por entrar no sistema, por mais que não queiramos.
Para quem conhece o Pe.Léo (canção Nova), ele coloca uma historinha do papagaio, em que a pessoas se preocupam muito com a gaiola, com a escada, com o puleiro, com o balanço e o espelho, mas esquecem do essencial, a comida...
Nós nos preocupamos com tantas coisas supérfluas que não percebemos com a imensa riqueza que temos sob nossos olhos, marido, esposa e filhos.
Do quanto eles precisam de nós e vice versa, do quanto somos importantes um para o outro.
O que é mais importante de estarmos unidos?
Para querer a maior casa, se depois vamos passar pela síndrome do ninho vazio, que vamos ficar só.
Para que ter mundos e fundos, se  lá dentro estamos com um vazio enorme, que toda a riqueza não preenche, sacia após o segundo que o temos.
Que amor, carinho e a ternura não tem como comprar, que realmente estará sozinho se não tem nada disso e acabamos por ver ao nosso redor, tantas pessoas vazias de sentimento.
Até tem uma casa maravilhosa, viajam e mostram na aparência aquilo que lhe falta no coração.
Buscar o amor na família é o começo para deixar aos nossos filhos uma relação de amor recíproca em que levará para a vida toda, não por momentos.
Porque carinho, amizade e amor não se compram e sim conquista-se no convívio das pessoas.

3 comentários:

  1. Bel,
    o mundo capitalista, principalmente do pós-guerra, foi o maior causador de toda essa inversão de valores vitais.O Ter ficou mais importante do que o Ser.
    O consumo desenfreado destruiu e ainda destrói relações humanas importantes, porém, na última década tem se disseminado a volta às origens realmente válidas da vida:sermos pessoas, sermos família, sermos amigos, sermos solidários...Que esta bendita consciência frutifique por todos os cantos da Terra.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  2. Bel, já tenho essa consciência.
    Na maioria das vezes, a pessoa precisa perder para dar valor e essa regra serve para tudo! A família é o regaço, o porto seguro, o encontro da paz.
    Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  3. Maravilha e eu não suporto os que vivem apenas de aparências.

    Respeito, mas não faz nada, nem um pouco a minha cabeça!!! beijos,chica

    ResponderExcluir

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...