quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Eu sei

Imagem via tumblr

Naquele dia eu sabia porque o seu abraço foi minha segurança.
Em que o vento desalinhava seu cabelo e a sombra nos protegia do sol.
E a música chegava aos nossos ouvidos e que dizia o que não precisava ser dito. Que estar ali era para sempre e que o amanhã não existia.
Existia apenas o estar juntos, o encontro dos dedos entrelaçados.
Eu sabia da sua risada espontânea e feliz.
A flor de campo entregue como uma jóia preciosa para ser guardada no diário para quem sabe um dia abrir e lembrar o porquê desta pequena flor amarelada pelo tempo e amassada.
Sim, eu sei exatamente  quando e em que momento de nossas vidas eu a recebi.
Eu sei cada detalhe em que vivemos... Eu sei do amor que não conseguimos levar.
Mas, sei do amor que ficou guardado em algum canto escuro da minha alma!


5 comentários:

  1. BELL, eu A-DO-REI esse seu escrito! Fiquei apaixonada e vc buscou esse amor escondido no canto escuro, trouxe-o à luz para que pudéssemos apreciá-lo! Que bacana! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Bel, o amor! Linda poesia, estou emocionada. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Bel...

    Obrigado pela presença lá no Verseiro, pelas palavras e é assim mesmo como você bem citou

    Seu poema e imagm lembra daqules namoros que começam a todo vapor e que o tempó não deixa minguar, lembra os casais que gravam os nomes numa arvore e eles se vão, mas o registro fica naquele tronco por muitos anos...bonito isso...um amor inteiro...

    Abraço na alma

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. OI BEL AMADA TUDO BEM ? VIM TE DESEJAR UM FIM DE SEMANA DE MUITA PAZ.TEM SELINHO PRA VOCÊ N0 BLOG CLARIDADE E AMOR .BEIJUS NO CORAÇAÕ

    ResponderExcluir
  5. Lindo,Bel.E saber de tudo que foi vivido e até o escondido ... Legal!beijos,ótimo fds,chica

    ResponderExcluir