terça-feira, 12 de junho de 2012

Meu amor



Imagem de Bel Rech

Já tive e passei por amores amenos, conflitivos, apaixonados, sem grandes riscos, com muitos riscos, com emoção, com adrenalina, sem medo, pura paixão,loucura total, de um dia, de vários anos e platônico.
Como adolescente, chorei, senti ciúmes, gritei e achei que o mundo ia acabar porque tinha achado que tinha perdido meu grande amor.
Passaram alguns anos e percebi que nada daquilo fazia sentido, não era amor!
O mundo estava para acabar quando eu achava que o que sentia era amor verdadeiro...
Mas era verdadeiro no momento que estamos sentindo vários emoções ao mesmo tempo, quem pode dizer o que o coração sente e a razão não aceita?
Tudo aquilo que sentimos por alguém, que nos faz arrepiar, o coração bater mais acelerado, que nossa mão soa, que dói a boca do estômago, é uma forma de demonstrar o que estamos sentindo.Então estamos amando!
Ah...o amor é muito mais que sentir, é doar-se, é  entregar-se plenamente ao outro.
Quando amadureci o suficiente para entender que muito mais que ter paixão, ter ciúmes, ter chiliques ou ataques diversos relacionado ao amor, precisamos a ter cumplicidade, amizade e companheirismo.
E o tempo nos ensina e nos mostra que o amor é aceitar, entender e perdoar os defeitos um do outro.
Além de aceitar, deve-se haver diálogo, caso contrário nenhuma relação segue adiante e simplesmente não era amor.
Amor é complementar um ao outro...assim é como eu entendo hoje, precisa de romantismo, precisa de paixão, precisa de sexo, precisa de compreensão, precisa de cumplicidade e principalmente gostar de conversar, pois no final é o que nos vai nos restar.
Ter com quem conversar!
Esse é o amor que sinto por você!

4 comentários:

  1. Companheirismo é tudo conversar é bom demais vc tem razão em tudo!Passei pra conhecer seu blog bjus pra vc!

    ResponderExcluir
  2. ...quanta verdade neste teu post!!

    felizes aqueles que conseguem
    enxergar que amor não é posse,
    não é conflitante, não tira
    o sono.

    amor é vida, é alegria de viver,
    e amor a dois é benção vinda
    do céu!

    eu vivo um amor em perfeita cumplicidade
    há exatamente 42 anos, e hoje este amor
    está sendo testado quando tenho que ser
    cuidadora de um marido vitimado por
    AVC, e assim, completamente dependende
    dos meus cuidados e AMOR!

    se não existisse amor, será que eu
    resistiria esta missão?

    bj, moça!

    ResponderExcluir
  3. Que linda declaração!!Belo amor!beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Oi Bel!
    É verdade!
    Na emoção das palavras uma homenagem verdadeira, não existe amor sem respeito cumplicidade, compreensâo, onde os dois se complementam e ficam mais fortes unidos.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...