Seu cheiro


Passei pelo corredor e senti seu cheiro...tinha certeza que tinha voltado!
Entrei quarto à dentro te buscando e nada...
As cortinas mexiam-se suavemente pelo vidro entreaberto, era dali que vinha seu cheiro que já não estaria entre os lençóis macios de nossa cama.
Percebi que seu cheiro ficaria por muito tempo por ali, mas não percebi que não o teria mais.
Quando foste embora, deixastes claro que não voltaria, que tudo tinha acabado e que tudo fora ilusão de sua parte.
E de minha parte foi muito real e absurdamente incontrolável o amor que sentia e ainda insiste em existir por um alguém que nunca merecerá esse amor.
Mas quem controla o que vai dentro do coração?
Não tem nenhum botão que desliga quando alguém parte de nossas vidas, deixando um vazio, somente o cheiro único e altamente perigoso.
Fechei a janela e voltei pelo mesmo corredor e já não sentia mais seu cheiro...

Bel Rech

Comentários

  1. LIndo e há cheiros que ficam impregnados... beijos,tudo de bom,linda primavera e semana!chica

    ResponderExcluir
  2. Ausência que devora a paz. Amar nem sempre é bom!!
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  3. Oi Bel!
    Que lindo sentir, mesmo ao falar de despedida, de saudade.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Blogagem Coletiva 5ª Fase - Reintegração

Poema à boca fechada