sábado, 20 de outubro de 2012

O valioso tempo dos maduros por Luma Rosa


Amigos blogueiros recebi um comentário da bogueira  Luz de Luma e achei de muita importância sobre o que ela escreveu...Agradeço imensamente por ser seguidora de uma pessoa como ela, dedicada e atenta.Obrigado!!!

Aqui o comentário:
Quem circula na internet deveria ter maior zelo pelo texto alheio. Sempre quando vou publicar algo, atento para a autoria e checo, pois presenciamos absurdos, como frases atribuídas à autores famosos que na verdade são anônimas. Clarice Lispector é campeã de frases que nunca foram dela.
Acontece que algumas pessoas se sentem no direito de possuir o que é alheio. No caso do Ricardo Gondim, a comprovação que ele tem é da data da publicação do livro.
No entanto, em um post de 19 de abril de 2005, o jornalista angolano Manuel Ricardo (Pitigrili) que mora nos EUA, fez um texto em homenagem ao poeta Mário Pinto de Andrade - que não é o Mário de Andrade conhecido por nós - Que você pode conferir nesse link.
No original, são cerejas e foram trocadas por jabuticabas. Se acreditar que o sr. Ricardo Gondim é o autor, tenho também que acreditar em psicografia. Ele deve ter comigo uma tijela de jabuticaba e recebido o espírito de Mário Pinto de Andrade. Que inspiração! E olha o tamanho do caroço!
O Sr. Ricardo Gondim tem que moralmente procurar pelo jornalista Manuel Ricardo Pitigrili e questionar a sua postagem anterior a publicação do livro onde consta "O valioso tempo dos maduros". Afinal, temos um caso exclusivo de psico-psico-grafia de Mário Pinto de Andrade.

*Bel, sou tão chata com isso, que sempre quando algum amigo blogueiro coloca "autor desconhecido", saio à caça da autoria para que seja acrescentado. Mas isso também se deve a minha raiva de plagiadores.

7 comentários:

  1. Bel,

    Eu tenho um cuidado imenso com isso. Aliás, não gosto nem de postar imagens que não são minhas, pois tenho preocupação de não estar dando créditos ao verdadeiro autor.
    Uma vez, recebi um verso de uma amiga muito querida, atribuído a um certo e famoso poeta. Logo depois recebi um email de uma leitora que estudou a vida dele me dizendo que não era de sua autoria. Ela foi muito delicada, até porque não fui eu quem postei o verso, apenas agradecia o envio.
    Concordo plenamente com a Luma, e se antes, eu já tinha cuidado, agora, terei em dobro.
    Eu também não gosto desse tipo de comportamento. Ela não é chata é correta.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Luma foi maravilhosa e seu comentário brilhante, acrescentou bem! beijos às duas,chica

    ResponderExcluir
  3. OI TUDO BEM !!
    OI ADOREI SEU BLOG JÁ ESTOU SEGUINDO PODERIA POR GENTILEZA SEGUIR O MEU TAMBÉM , E CLICAR NO G+ . MEU BLOG É :- http://brechodosul.blogspot.com.br , VAI DAR UMA OLHADINHA SERÁ UM PRAZER EM RECEBER

    OBRIGADA AGUARDO SUA GENTILEZA

    MARCIA REGINA - DESCULPE-ME A LETRA GRANDE MAS SOU DEFICIENTE ESPECIAL,
    OLHA SE PUDER VOTAR NA MINHA PAGINA NO TOP BLOG DO LADO ESQUERDO ESTA EU FIQUEI ENTRE AS 100 DE VARIEDADES EU AGRADEÇO POIS ESTOU NO SEGUNDO TURNO .

    LINDA PAGINA E OBRIGADA

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bel
    há quanto tempo não nos falamos,mas tenho sempre guardadas as boas amizades.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Sou seguidora do seu blog a um bom tempinho, vim convidá-la a conhecer e curtir minha página no face: http://www.facebook.com/NinaAtelie
    Obrigada e ótima semana que se inicia!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Bel!
    Noooossa menina, que incrível! Este é apenas um exemplo dos inúmeros casos que temos na internet. E vivas à Luma que está atenta e não deixa passar nada.
    Vejo algumas frases com palavras que percebemos não serem usuais na escrita de alguns escritores. Tenho uma frase no meu arquivo muito bonita e dita de Clarice, mas tem uma só palavra que não imagino ser do vocabulário dela, aí nunca postei.rsss
    Beijinhos e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  7. Hei, Bel!! E o sr. Ricardo Gondim, a gente espera que ele tome providências... será que pensou: Poeta de Angola, nos confins, tão antigo... se trocar cereja por jabuticaba, ninguém vai perceber!! (rs*).
    Sabe que muitas vezes tentando descobrir a autoria de um texto, descobri muitos plágios. Uma amiga nossa blogueira, estava sendo copiada descaradamente por uma outra recém blogueira. Ela postava e em seguida era copiada. Ela não sabia, até que um dia ela postou um texto "desconhecido". Fui à caça e descobri que todo o seu blogue estava sendo plagiado. Qual a primeira desculpa do plagiador? Em geral, os novatos ou não tão novatos assim, acham que podem copiar tudo da internet, que aqui nada tem dono! Bobinhos...
    Obrigada pelo carinho!!
    Beijus,

    ResponderExcluir