quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Reencontro


Reencontro

Imagem do Google

Senti que algo me apertava e não conseguia me soltar. Um peso! Tentava de todas as maneiras levantar, algo me prendia...
Meus olhos continuavam fechados e eu tentava descobrir porque estava presa até o momento que consegui abrir e perceber que um braço estava enroscado na minha cintura como uma corrente.
Lembrei-me da noite anterior, depois de algumas taças de vinho e tentei lembrar tudo que aconteceu, mesmo que a minha cabeça estivesse latejando.
Mas deixei que aquele braço forte se mantivesse ali, pois era o que eu mais queria naquele momento tentar lembrar o que acontecera.
Na noite anterior fui convidada a uma festa de uma grande amiga, que não nos víamos a muito tempo.Foi um encontro casual em um restaurante , trocamos telefones e me convidou para sua festa de aniversário que seria dois dias depois.
Essa minha amiga de adolescência, de festas, segredos e coração, a Regina. Vivíamos sempre juntas, irmãs de alma. Podíamos sempre contar uma com a outra em qualquer circunstância e em qualquer emergência.
Passaram-se tantos anos, mesmo que mantivéssemos contato, raramente nos encontrávamos. Esse foi um reencontro maravilhoso e me fez recordar pessoas do meu passado em que eu acreditava estar enterrado naquela cidade e no meu coração.
A vida é muito estranha e nada deixa passar, mesmo que os anos passem algumas coisinhas do coração, pendentes, ficam escondidas, mas jamais cicatrizadas.
Neste encontro não tivemos muito tempo de colocar a conversa em dia, pois eu estava atrasada para uma reunião. Então, Regina insistiu para que eu fosse a sua festa, pois teria uma grande surpresa para mim. Tive que rir.  Que surpresa ela teria, se fazia algum tempo que não tínhamos mais conversado. Deixei para lá e confirmei com ela.

Continua...

(Bel Rech)

5 comentários:

  1. Hmmmm, farei o possível pra não perder a continuação deste reencontro...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Os resquícios da festa foram aquele abraço humedecido pelas taças de vinho.
    Ainda bem que um abraço traz boas recordações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é José Torres...boas recordações...Abraço

      Excluir
    2. Pois é José Torres...boas recordações...Abraço

      Excluir

De volta

Amigos... Desde Dezembro, tanta coisa aconteceu...Minha vida deu 360º , mas se estou feliz? Estou em paz, leve e solta...(não no sentido...